Recentemente foi publicado um artigo de pesquisadores britânicos do King's College London. O estudo relatou que há seis maneiras diferentes da COVID-19 se manifestar em pacientes infectados. Entenda melhor:

Sobre o estudo e a classificação do vírus

Como os primeiros sintomas não são capazes de prever a gravidade da doença, o estudo tem como objetivo analisar se documentar séries temporais de sintomas nos primeiros dias informaria o resultado.

As séries temporais não supervisionadas agrupadas, sobre a apresentação dos sintomas, foram coletadas de casos que já foram concluídos. Isso possibilitou que os pesquisadores descobrissem que as seis possíveis classificações do vírus se manifestar, em pacientes infectados, têm forte relação com níveis de gravidade da infecção e se é necessário ou não o uso da ventilação mecânica em caso de internação.

Todas as pessoas que foram estudadas, relataram que apresentaram dor de cabeça e perda de olfato, com combinações variadas de sintomas adicionais em vários momentos da infecção. Alguns deles, como confusão, dor abdominal e falta de ar, mesmo não sendo conhecidos como sintomas de COVID-19, são indícios que representam as formas mais graves da doença.

O estudo tem como objetivo principal analisar esses dados e entender quem estaria em maior risco e poderá precisar de internação hospitalar em caso de uma segunda onda de infecções pela doença, uma vez que provavelmente quem já pegou Coronavírus pode pegar de novo.

Quais os tipos de coronavírus que existem?

Há seis tipos de Coronavírus capazes de infectar o ser humano, que são: alfacoronavírus 229E e NL63 e betacoronavírus OC43, HKU1, SARS-COV e MERS-COV, os dois últimos responsáveis por infecções respiratórias graves.

 

1. Como uma gripe, sem febre

O primeiro tipo é quando a infecção se assemelha a uma gripe comum e não há sinal de febre.

Sintomas

2. Como uma gripe, com febre

O segundo tipo se assemelha a uma gripe, porém é acompanhado de febre. 

Sintomas

  • Dor de cabeça;

  • Perda de olfato;

  • Tosse;

  • Dor de garganta;

  • Rouquidão;

  • Perda de apetite;

  • Febre.

3. Gastrointestinal

Já o tipo três é caracterizado por complicações gastrointestinais.

Sintomas

  • Dor de cabeça;

  • Perda de olfato;

  • Perda de apetite;

  • Diarreia;

  • Dor de garganta;

  • Dor no peito;

  • Sem a presença de tosse.

4. Tipo severo nível 1

A partir desse tipo, as complicações por Coronavírus são maiores.

Sintomas

  • Dor de cabeça;

  • Perda de olfato;

  • Tosse;

  • Febre;

  • Rouquidão;

  • Dor no peito;

  • Fadiga.

5. Tipo severo nível 2

O tipo severo nível 2 é caracterizado pela confusão mental.

Sintomas

  • Dor de cabeça;

  • Perda de olfato;

  • Perda de apetite;

  • Tosse;

  • Febre;

  • Rouquidão;

  • Dor de garganta;

  • Dor no peito;

  • Fadiga;

  • Confusão mental;

  • Dores musculares.

6. Tipo severo nível 3, quadro respiratório e abdominal 

O tipo severo nível 3 é marcado por complicações na respiração e desconforto abdominal.

Sintomas

  • Dor de cabeça;

  • Perda do olfato;

  • Perda de apetite;

  • Tosse, 

  • Febre;

  • Rouquidão;

  • Dor de garganta;

  • Dor no peito;

  • Fadiga;

  • Confusão mental;

  • Dores musculares;

  • Falta de ar;

  • Diarreia;

  • Desconforto abdominal.

  •  

Além de todos os sintomas citados nos tipos acima, é necessário se atentar aos indícios menos comuns da doença, assim como a relação de conjuntivite e Coronavírus.

Onde fazer teste de Covid-19 para saber se estou infectado?

Saber onde fazer os exames de Coronavírus com confiança e segurança é importantíssimo! Conheça nossas unidades e escolha a mais perto de você.

 

Fontes: G1, KCL

Tags