A pandemia do Coronavírus já infectou milhões de pessoas em todo o mundo e dúvidas sobre o tema surgem a todo o momento. Saiba as principais orientações e procedimentos caso teve contato com uma pessoa contaminada.

Como saber se fui infectado pela COVID-19?

A única maneira de ter certeza de que foi infectado pela COVID-19 é realizando os exames.

Atualmente há três tipos de testes disponíveis: o de RT-PCR e sorologia, que são mais assertivos, e os testes rápidos, que são testes emergenciais ou ambulatoriais, mas não possuem a mesma precisão dos demais. 

Saiba onde fazer exames de COVID-19 com segurança e qualidade.

O que fazer se tive contato com uma pessoa infectada?

A principal forma de transmissão do Coronavírus é de pessoa para pessoa, através de saliva e secreções ou gotículas respiratórias, que são expelidas quando uma pessoa tosse, espirra ou fala.

Se teve contato com uma pessoa infectada, o ideal é manter o isolamento social pelo período de incubação, tempo em que a doença demora a se manifestar, que é de 2 a 14 dias.

H2>Tive contato com uma pessoa com COVID-19, mas estava de máscara, corro risco mesmo assim?

O risco é menor, mas existe a possibilidade de contaminação sim. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as máscaras devem ser usadas como parte de uma estratégia abrangente de medidas para suprimir a transmissão do Coronavírus e salvar vidas. Porém, apenas o uso dela, sem outras ações preventivas, não é o suficiente para proteger você e os demais. É necessário manter o distanciamento social de pelo menos 1 metro de outras pessoas e higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel 70%. 

É necessário lembrar que a maneira mais eficaz de prevenção à doença, enquanto não há vacina, é o isolamento social, principalmente porque a maioria dos casos são assintomáticos.

Quando devo fazer o teste de Coronavírus?

O teste de RT-PCR é recomendado para o diagnóstico de COVID-19 em pacientes sintomáticos e pode detectar a carga viral até o 12º dia de sintomas. É um teste confirmatório, que possui alta sensibilidade. Já o de sorologia é recomendado a partir do 10º dia do início dos sintomas. O teste apresenta baixo valor preditivo negativo, o que significa que um resultado negativo não exclui a presença da doença. 

A orientação oficial da OMS é que se o paciente apresentar indícios da doença, como tosse e febre leve, não é necessário procurar auxílio médico. Nessas situações, o ideal é fazer o auto isolamento em casa e monitorar a progressão dos sintomas. É necessário ficar atento a qualquer sinal de dificuldade respiratória ou dor. Nesses casos, o paciente deverá procurar atendimento médico imediatamente. 

Manter a higienização de objetos e alimentos, garantir a boa circulação de ar em locais fechados e seguir todas as recomendações oficiais, como uso de máscaras, distanciamento social e higiene frequente das mãos, é essencial para passarmos por esse momento da melhor forma possível. 

 

Tags