Texto produzido pela especialista em novas tecnologias Flavia Gamonar para o 'Comitê Saúde em Pauta' - grupo formado por importantes especialistas para debater as principais inovações na área da saúde.
Como startups estão contribuindo para melhorar a saúde no Brasil

A tecnologia e os novos modelos digitais vêm sendo usados em diversos mercados e com diferentes objetivos. A área da saúde é um desses segmentos e sua aplicação pode ajudar a reduzir custos, oferecer mais dados relevantes aos profissionais de saúde no momento do diagnóstico e também melhorar o atendimento do paciente, levando benefícios a todos os atores envolvidos.

 

A população tem se interessado cada vez mais por tecnologia que favoreça e facilite o acesso à saúde. E o mais interessante é que elas não beneficiam apenas o usuário/paciente, mas o mercado como um todo, algo essencial para o funcionamento pleno de toda a cadeia. Isto é, clínicas e médicos já começam a se atualizar e encontrar formas de diminuir gastos, mantendo e melhorando a qualidade do atendimento. Distribuidores e fornecedores também vêm buscando maneiras de tornar seus processos mais otimizados e até mesmo a logística de medicamentos pode ser beneficiada, por meio de softwares que integram dados e gerenciam processos, ajudando o produto a ser entregue corretamente e sem extravios.

 

Uma tecnologia que já está revolucionando e tornando ainda melhor a saúde é a Inteligência Artificial, que vai impactar cada vez mais o modo como se obtêm informações e as formas de interação com os pacientes. E as startups têm apostado nelas.

 

 

Para quem acha que toda essa tecnologia pode acabar “robotizando” a medicina, há um contraponto. Com tecnologia de ponta, menos tempo na burocracia e acesso a dados estratégicos e relevantes do paciente, vai cada vez sobrar mais tempo para que o médico se dedique de forma mais intensa e próxima ao paciente.

 

Muitas destas tecnologias já estão em plena operação e são utilizadas no dia a dia da saúde. Assim, aos poucos esse mercado amadurece e avança.

 

No Brasil já existem diversas startups apostando em oferecer melhorias para a saúde. No Cubo em São Paulo, o maior hub de empreendedorismo tecnológico da América Latina, há um andar inteiro dedicado às “HealthTechs”, em um ambiente moderno e com espírito inovador.

 

Descubra a seguir como as startups brasileiras de health vêm contribuindo para melhorar a saúde – na prática – com soluções inovadoras:

 

Docway

Trata-se de uma plataforma que, por meio de tecnologia, promove o encontro presencial entre médicos e pacientes com agendamento online. Os aplicativos para iOS e Android oferecem o benefício da conveniência, praticidade e segurança. O objetivo é responder a demanda de salas de espera lotadas, falta de tecnologia para agendamento de consultas e deslocamento para unidades médicas. O serviço é aceito por planos de saúde e hoje já possui uma rede com mais de 3.900 médicos disponíveis em mais de 250 cidades.

 

Neo

Um portal de telemedicina que visa simplificar a relação entre clínicas, laboratórios e hospitais que precisam de laudos médicos com maior agilidade e maior variedade de especialistas disponíveis. Manter uma estrutura de laudos é caro, ineficiente e, muitas vezes, mais complicado do que se imagina. E é exatamente esse o problema que eles estão dedicados em resolver.

 

Cuco Health

A proposta aqui é ser um amigo do paciente crônico! Essa plataforma de engajamento ajuda pacientes a melhorarem a adesão ao tratamento, lembrando a hora certa de tomar e comprar as medicações e educando sobre a condição crônica para evitar complicações. O diferencial dessa startup é que o paciente CUCO tem taxa média de adesão medicamentosa de 73%.

 

InYou

InYou é um programa para a mudança de estilo de vida, cuja plataforma propõe um reset de hábitos em três categorias: Meditação, Nutrição e Atividade Física. Ele responde a problemática da sociedade global que está envelhecendo, os custos com os tratamentos de saúde crescem todos os dias, portanto, a prevenção contra doenças é a única saída sustentável.

 

Medicinae

A ideia é descomplicar a gestão financeira, otimizando o tempo e a remuneração da classe médica. A plataforma é 100% gratuita, trazendo dados de faturamento, pagamento e glosa, além da possibilidade de antecipação das faturas dos planos de saúde e terminais para pagamento para cartões de crédito e débito.

 

Gesto

Uma plataforma que utiliza ciência de dados para gerenciar de forma inteligente os planos de saúde, proporcionando equilíbrio entre o cuidado com as pessoas e a sustentabilidade financeira da empresa. Já são 6 milhões de vidas na base.

 

Healthcentrix

Sistema baseado em Inteligência Artificial e Machine Learning que permite predizer os riscos de saúde de uma população e utilizar as informações para ação em tempo real no dia a dia da operação.

 

iClinic

Sistema de gestão online para clínicas ou consultórios. Com esse sistema é possível acessar várias ferramentas, como agenda online, prontuário eletrônico, envio automatizado de lembretes para pacientes e controle financeiro.

 

Consulta do Bem

A Consulta do Bem é uma plataforma para conectar quem precisa de saúde com empresas que prestam esses serviços. A ideia é aproveitar as estruturas já existentes com ociosidade por preços mais baixos sem perder a qualidade.

 

Confira o vídeo da primeira reunião do 'Comitê Saúde em Pauta'

Tags
  • Startups
  • comitê Saúde em Pauta
  • inteligência artificial