Separamos as principais tendências que as startups de saúde estão empreendendo. De acordo com estudo recente, um mapeamento do setor foi realizado, confira abaixo:

WEARABLES

 

Dispositivos vestíveis que possibilitam coleta e transmissão de dados. Exemplo: Monitoramento de frequência cardíaca com uso de uma pulseira

 

TELEMEDICINA

 

Tecnologias que possibilitam o atendimento e acompanhamento à distância. Exemplo: APPs que facilitam a comunicação entre médicos e pacientes.

 

GENÔMICA

 

Utilização da medicina genética para aprimorar os cuidados médicos. Exemplo: Utilização de mapeamento genético para prevenção e tratamento de doenças.

 

IMPRESSÃO 3D

 

Criação de produtos médicos de forma simplificada. Exemplo: Produção de próteses de baixo custo.

 

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

 

Uso da tecnologia computacional para automatizar e aprimorar serviços de saúde. Exemplo: Sistemas que fazem leituras de imagens para auxiliar no diagnóstico.

 

BIG DATA

 

Softwares que reunem e analisam altos volumes de dados para serem aplicados em prol do paciente. Exemplo: Uso de microchips para coletar dados de níveis de açúcar no sangue.

 

Ainda podemos destacar tendências de outros segmentos que também beneficiam o setor de saúde. É o caso das soluções para gestão, educação e comunicação e relacionamento.

Tags
  • Healthtech
  • Tendências
  • wearables
  • telemedicina
  • genômica
  • impressão 3d
  • inteligência artificial
  • big data