Danielle Miranda,
Publicado em:

Um assunto que entrou em pauta recentemente foi sobre o Coronavírus em animais e as possibilidades de transmissão aos humanos.

O novo Coronavírus vem despertando muitas dúvidas em relação à sua transmissão e aos cuidados que devemos tomar. Ainda não há estudos que comprovam a transmissão da COVID-19 por animais de estimação, porém, como se trata de um vírus novo, sempre há novos dados e devemos ficar atentos aos canais oficiais de informação, como a OIE (Organização Mundial da Saúde Animal) e a World Small Animal Veterinary Association (WSAVA).

Qual animal transmite o Coronavírus?

Até o momento, não há evidência de que animais domésticos podem transmitir a COVID-19 para os seres humanos.

A família de vírus do Coronavírus é ampla e não se restringe somente ao causador da COVID-19. Alguns tipos desses vírus podem provocar doenças em humanos e outros tipos em animais, como gado, camelos, morcegos, cachorros e gatos.

Os cães e os gatos podem portar um tipo de coronavírus (alphacoronavírus) que não tem relação com a COVID-19 (betacoronavírus). No entanto, esses animais domésticos podem “carregar” o coronavírus em suas patas e pelo, por isso uma restrição dos passeios e uma correta higienização dos pets são importantes.

Recentemente uma tigresa foi diagnosticado com o Coronavírus Sars-CoV-2 no zoológico do Bronx, em Nova York. As condições em que ocorreu a transmissão ainda estão sendo estudadas,porém tudo indica que ela foi infectada por um tratador assintomático.Outros seis felinos estão com os mesmos sintomas, sendo três leões e três tigres.

De acordo com a virologista veterinária americana da Universidade de Ohio Linda Saif, o pets podem sim pegar a COVID-19, se expostos repetidamente a uma dose elevada do vírus. Ainda não há evidências que o animal pode transmitir para outros animais. Na Bélgica um gato testou positivo para COVID-19 e em Hong Kong foram três gatos e dois cachorros, todos tinham donos que estavam com o Coronavírus e nenhum apresentou sintomas.

O Coronavírus veio de qual animal?

Até o momento, ainda não está claro como o novo Coronavírus infectou as pessoas na China. A suspeita, segundo pesquisadores, é de que o vírus que vive no trato respiratório de morcegos tenha passado por um hospedeiro intermediário, o pangolim, e por um processo de mutação para conseguir se instalar no corpo humano.

A agência de notícias chinesa Xinhua aponta que o Coronavírus encontrado nos pangolins é idêntico ao o que é encontrado em pessoas infectadas pela doença.

Principais cuidados com animais de estimação durante a quarentena

Os animais domésticos são parte importante do nosso dia a dia e, como vivem entre nós, alguns cuidados precisam ser tomados neste período de isolamento.

Durante a quarentena, é importante restringir ao máximo os passeios, mas aqueles que levam seus pets para passear devem procurar lugares ao ar livre, onde não haja aglomeração de pessoas.

É possível que seu animal, ao passear pela rua, entre em contato com esse vírus em alguma superfície por meio da língua e das patas.Isso não significa que ele poderá vir a ficar doente, mas ele pode levar o vírus para dentro de casa.

As recomendações mais prudentes para o momento são:

  • Manter a casa sempre limpa, principalmente o piso e as superfícies;
  • Após passear com seu pet, limpe as patas dele com água e sabão;
  • Se dormir com o pet, troque frequentemente as roupas de cama;
  • Não beijar os animais, uma vez que a boca é uma das portas de entrada do vírus para o corpo.

Não devemos esquecer que em grande parte dos casos o coronavírus pode ser assintomático e que precisamos higienizar nossas mãos com água e sabão frequentemente, incluindo após as brincadeiras com os pets. Também é importante cuidar da nossa imunidade e manter-se bem informado. Como o vírus é novo, atualizações sobre a transmissão entre animais e pessoas podem chegar a qualquer momento.

Quer saber mais?

Se inscreva em nossa newsletter de Inovação