Fique por dentro das transformações do setor Medtech com uma leitura rápida do estudo Pulse of The Industry 2019, EY.

O setor de MedTech está em ascensão em 2019, mas ainda não está pronto para um futuro em que o cuidado será descentralizado e o valor será impulsionado pelo atendimento personalizado e por modelos de assistência centrada no paciente. Para isso, vão ser necessárias tecnologias que permitam interoperabilidade segura - históricos únicos por paciente acessados por toda a cadeia, análise de dados em tempo real, intervenções mais assertivas e gerenciamento de cuidados.  E um pagamento cada vez mais value-based. Conheça a seguir alguns destaques do estudo Pulse of The Industry 2019, da Ernest Young.

Medicina baseada em valor

Na medicina baseada em valor, o pagamento será proporcional aos dados que ela gerar. É sinal de que o diagnóstico deve ampliar a sua importância, por ser o caminho que oferece acesso direto ao paciente – e o campo está crescendo.


Genoma

A genômica é um importante subconjunto no campo de diagnóstico sem imagem e há indícios de que seja a fonte de dados mais relevante para tornar realidade a medicina personalizada.


As empresas de diagnósticos sem imagem seguem crescendo em importância comercial, especialmente os com ênfase em dados, cuidados proativos e personalizados. Ultrapassaram a indústria em geral tanto no crescimento da receita quanto na parcela de financiamento de fundos em empresas em estágio inicial.


Diagnósticos sem imagem cresceram 11% em receita no ano passado, enquanto a base tradicional da indústria, segundo o estudo, subiu apenas 8%. Além disso, empresas de diagnóstico sem imagem registraram alguns dos maiores índices anuais. Por exemplo, a Exact Sciences, empresa de diagnóstico de câncer, liderou com 71% (+ US$ 188 milhões) de crescimento orgânico.


Inovações

Tecnologias de modelos digitais baseados em dados continuam ganhando o aval de sistemas regulatórios e o gosto dos investidores.


Números sugerem tentativas de identificar as melhores áreas e investir com uma estratégia de longo prazo para desenvolver inovações que podem, de fato, mudar o mercado.


Diabetes ainda é a área terapêutica que está um passo à frente no mercado de saúde digital.


O mercado de cirurgia robótica atraiu US$ 6 bilhões em novas plataformas.


Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial continua sendo a principal área de inovação, com pelo menos 33 algoritmos aprovados pela FDA, Food and Drug Administration, agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, desde o início de 2018.


IA está revolucionando o setor de imagens, não só atualizando equipamentos existentes como também potencialmente transformando todo o modelo de negócios. É um elemento importante na descentralização de dados e permite cuidados que podem ser entregues em qualquer lugar e a qualquer momento.


Digitalização do setor

As MedTechs já estão criando dispositivos conectados. O que as empresas não podem criar é um ecossistema interligado que conecte todos os dispositivos, porque esta não é uma tarefa para ser assumida sozinha – é necessário um esforço colaborativo entre indústria, órgãos regulatórios, fornecedores, fontes pagadoras e consumidores. De forma simples, se as MedTechs não se conectarem a outros stakeholders, não vão conseguir chegar ao valor real dos seus serviços.


Interoperabilidade não é só promover a conexão entre dois dispositivos: eles precisam se conectar com segurança, sem perda de dados ou risco de informações serem roubadas ou corrompidas. Informações de saúde são dados pessoais muito sensíveis.


E-commerce transformou profundamente a maneira como todas as indústrias lidam com a cadeia de fornecedores, porém o setor de saúde é o último a realmente se enquadrar.


A China se antecipou de forma agressiva como protagonista em MedTechs e está movendo seu ecossistema de saúde para o digital, conectado com o futuro. No total, o investimento chinês representou 37% do financiamento global em saúde digital no segundo trimestre de 2019, de acordo com a Rock Health.

    Tags
    • medtech
    • Healthtech