Neo: um marketplace de laudos que permite gera benefícios para todas as pontas; clínicas ganham eficiência, pacientes recebem laudos de profissionais qualificados em até um dia, e os médicos ainda geram renda extra de onde estiverem.

Neo

A Neo conecta clínicas e médicos em um único ambiente digital. Pela plataforma, neurologistas, cardiologistas e pneumologistas laudam uma média de 15 mil exames clínicos por mês em um trabalho ágil que pode ser realizado de casa, em um plantão ocioso, intervalo de consulta, de qualquer região do país.

A ideia começou quando o neurologista Gustavo Kuster se questionou: a inteligência artificial poderia reduzir os dados do Holter, que passa 24 horas monitorando o coração do paciente, para análise apenas das informações relevantes? Gustavo e o sócio, Bruno Farias, encararam o desafio em uma formação de três meses da Stanford Ignite. A primeira constatação foi que não haveria demanda de comercialização, nem clínicas nem médicos comprariam a solução.

No primeiro mês de mercado, já vislumbraram uma oportunidade: as clínicas gostavam do ganho de gestão e os médicos levavam os exames para pré-laudar em casa. Pronto, decidiram criar o primeiro workplace de exame clínico do Brasil. Em fevereiro de 2018, os dois saíram dos trabalhos que estavam e começaram efetivamente a construir a Neo Med. Em maio, o ambiente ganhou ares de inovação no Cubinho. Dois meses depois, um novo salto para a convivência efervescente no andar de Health do Cubo com a Dasa. “Evoluiu de uma empresa de Gustavo e Bruno para ser a Neo”, explica Bruno, que é administrador. “É muito interessante estar com gente que está surfando na mesma onda como a Dasa, uma comunidade dedicada a transformar a saúde por meio da tecnologia”. Encorparam não só em profissionalismo, somam agora 20 pessoas trabalhando para facilitar a vida das pessoas.

Com esse olhar empreendedor, já estão testando algumas soluções para outras demandas mapeadas na medida que vão crescendo e aprendendo sobre o mercado. O sonho é consolidar o negócio de exames gráficos do país como o maior player. E as condições vão sendo criadas naturalmente. A plataforma atraiu médicos suficientes para dobrar o volume de exames entregues por mês. Para fazer parte, o médico passa por uma rigorosa avaliação acadêmica e técnica. Superada essa etapa, qualquer atividade é pautada pela simplicidade. “Nós conseguimos uma solução única para todos os exames, eles enviam por um lugar só e a gente faz todo o resto do trabalho. Além disso, fizemos estudos muitos severos de usabilidade”, explica Bruno.

O ganho em tempo e recursos financeiros também é relevante para as clínicas. Uma delas teve redução de 60% no custo, e o tempo da entrega do exame caiu de 72 para 24 horas. Em alguns tipos de exames, o paciente recebia o resultado em uma semana e agora visualiza em um dia. “Impactar a sociedade para que se tenha laudo de qualidade em qualquer lugar e que o Brasil consiga aumentar a eficiência de saúde. Esse é o sonho”, resume.


Proposta de valor da startup


Problema

Exames clínicos com grande volume de dados demandam tempo para confecção de laudos médicos, as clínicas demoram a entregar e os pacientes a receber.  



Solução

Marketplace com médicos, clínicas e pacientes para agilizar todo o fluxo.



Resultados

Mais de 15 mil laudos por mês. Exames que eram entregues em uma semana, por exemplo, são enviados ao paciente em um dia. Redução de custo de atendimento de clínicas em até 60%.

Tags
  • startup
  • Healthtech
  • cubo