Teste de antígeno para COVID-19 é rápido e eficiente no diagnóstico de coronavírus

Danielle Miranda,
Publicado em:

Você já conhece o teste de antígeno para COVID-19? É um exame rápido, seguro e muito eficiente para diagnosticar o Coronavírus.

O que é o teste de antígeno para coronavírus?

O teste de antígeno é um exame imunológico rápido, que avalia a proteína viral do SARS-CoV-2 no organismo. O resultado poderá diagnosticar infecção viral atual, mas não detectar os anticorpos adquiridos. Os testes hoje disponíveis utilizam metodologia de imunocromatografia ou imunoensaio fluorescente.

Quando o teste de antígeno é indicado?

O teste de antígeno é indicado em três cenários diferentes. Entenda:

Paciente sintomático com suspeita de COVID-19:

Por ser um teste altamente eficiente para pacientes sintomáticos, ter um valor inferior ao exame de RT-PCR e um resultado muito rápido, o teste de antígeno é uma excelente opção diagnóstica para o paciente com suspeita de COVID-19 tanto em ambiente hospitalar quanto ambulatorial, permitindo uma rápida tomada de decisão. Sua utilização está indicada nos primeiros 7 dias de sintomas, e sua sensibilidade é mais elevada do primeiro até o terceiro dia de sintomas.

Indivíduo assintomático contactante de caso confirmado de COVID-19:

A realização do exame é indicada com o objetivo de afastamento ou isolamento domiciliar. É necessário ressaltar que resultados negativos não podem excluir com 100% de certeza a possibilidade da infecção pela COVID-19,; esses indivíduos devem ser orientados a manter as precauções de transmissão do Coronavírus e repetir o teste após 72 horas para aumentar a sensibilidade.

Testagem recorrente em locais de maior exposição

Com o objetivo de monitorar a infecção em indivíduos assintomáticos em ambientes fechados, o teste de antígeno pode ser muito útil, quando aplicado de maneira recorrente (exemplo, a cada 72h). Em locais como asilos de idosos, residências estudantis, instituições de longa permanência e outros ambientes nestas condições, é possível realizar a identificação de um caso assintomático e permitir a rápida instituição de medidas de precaução e isolamento, evitando a ocorrência de surtos.

Saiba mais: O que é a segunda onda da pandemia?

Como é feito o teste de antígeno?

O teste de antígeno é coletado diretamente com amostras de swab (cotonete) de nasofaringe.

Entenda: Reinfecção por COVID-19, é possível?

Quanto tempo demora para eu receber os resultados do exame?

Por ser um teste rápido, o resultado demora, em média, 30 minutos para ficar pronto. Como pode ser necessário transportar para outro local para realização, pode ser adicionado mais um tempo para o resultado.

Qual é a diferença entre o teste de antígeno e o RT-PCR?

As diferenças entre os testes da COVID-19 são que, o teste de antígeno é mais acessível em questão de valores e o resultado sai mais rápido que o exame de RT-PCR.

Porém, o teste de antígeno possui sensibilidade inferior ao teste de RT-PCR, principalmente em indivíduos assintomáticos com cargas virais mais baixas. Já em pacientes com carga viral elevada (o que costuma ocorrer na fase pré-sintomática, 1-3 dias antes dos sintomas, e na fase sintomática inicial, até o 5º-7º dia da doença) a sensibilidade é superior a 90% quando comparada ao teste de RT-PCR.

Cobertura dos planos de saúde

Por enquanto o exame está disponível apenas nos serviços particulares.

Quais as vantagens deste teste em relação aos demais?

A vantagem do teste de antígeno é que ele possui alta especificidade, ou seja, um resultado positivo não precisa ser confirmado por outro teste . Ademais, é um teste mais barato que o de RT-PCR e o resultado fica disponível após 30 minutos da coleta.

Em caso de resultado positivo para antígeno do SARS-CoV-2, é necessário confirmar com RT-PCR?

Não é necessário, uma vez que a especificidade do teste se aproxima de 100%.

A realização do RT-PCR é indicada apenas se o resultado positivo não for condizente com o contexto clínico.

Saiba mais: Como se proteger da segunda onda de COVID-19.

Quer saber mais?

Se inscreva em nossa newsletter de Inovação