Como usar máscaras e luvas de proteção contra o Coronavírus

Equipe Dasa,
Publicado em:

Com a chegada do novo Coronavírus, novos hábitos de prevenção e higiene devem fazer parte da rotina de todos. A recomendação é, para quem puder, ficar em casa. Porém, algumas atividades como ir ao supermercado ou à farmácia às vezes são inevitáveis. Nestas situações, o uso de máscaras é recomendável e, em algumas cidades, obrigatório. O uso das máscaras cirúrgicas está reservado para profissionais de saúde, pacientes com suspeita de COVID-19 e seus cuidadores, portanto, fazer sua própria máscara, tomando os devidos cuidados, pode ser uma opção fácil e eficiente.

Usar máscara funciona para se proteger contra o Coronavírus?

O Ministério da Saúde e o CDC (Centro de Controle de Doenças) recomendam que a população use máscaras sempre que for necessário sair de casa.

As máscaras são importantes porque funcionam como uma barreira mecânica para que o usuário não espalhe o Sars-CoV-2 por meio de gotículas. Lembrando que boa parte dos casos são assintomáticos, e que é possível transmitir esse agente infeccioso alguns dias antes da doença manifestar sinais.

Mas atenção! A Organização Mundial da Saúde (OMS) ressalta, contudo, que o acessório pode levar a uma sensação de falsa segurança. A ideia é utilizá-lo como um cuidado extra, e não substituir outras medidas preventivas, como lavar as mãos, manter o distanciamento social e ficar em casa o máximo possível. Em alguns lugares o uso da máscara já é obrigatório, principalmente em áreas de acesso comum, como supermercados, farmácias, trens, ônibus, metrôs, entre outros.

Como fazer máscaras caseiras: passo a passo

O Ministério da Saúde explica que as máscaras caseiras são simples de serem feitas e podem auxiliar na redução da disseminação do vírus, protegendo você e outras pessoas ao seu redor. Para ser eficiente, algumas recomendações devem ser levadas em consideração: a máscara deve ter pelo menos duas camadas de tecido e serem utilizadas individualmente.

As máscaras podem ser feitas com tecidos de algodão, tricoline, TNT ou outros materiais. O mais importante é o formato, ela deve cobrir totalmente a boca e o nariz e ficar bem presa no rosto, sem deixar espaços nas laterais ou no queixo.
Um guia para fazer sua própria máscara:

Como fazer sua própria máscara

Cuidados ao usar:

  • É importante lavar as mãos com água e sabão ou álcool em gel antes e depois de tocar a máscara. Posicione-a bem, para cobrir nariz e boca sem que fique desconfortável. Do contrário, há o perigo de cutucar toda hora para ajeitar.
  • Remova a máscara sempre pelo elástico. Se precisar encostar no tecido, faça isso com as mãos limpas, pegando pelo interior. Como esse lado da máscara não teve contato com o ambiente externo, não está contaminado.
  • O acessório deve ser trocado sempre que umedecer. Dobre com a parte de fora voltada para dentro e guarde-o em um saquinho plástico até o momento da higienização.
  • Em casos pontuais, como tomar água ou comer, dá para lavar bem as mãos, remover a máscara, armazená-la e, então, colocá-la novamente. Mas o ideal mesmo é ter uma segunda para essas situações.

Ah, e ela é de uso individual. Nunca compartilhe.

Fonte: Saúde Abril

Como higienizar máscaras para evitar contágio de Coronavírus

Alguns cuidados com a máscara devem ser tomados:

  • Antes de colocar e tirar a máscara, é necessário higienizar bem as mãos com água e sabão ou álcool em gel 70%;
  • Retirar a máscara pelos elásticos, evitando o contato das mãos com o tecido;
  • Sempre que a máscara estiver úmida ela deve ser trocada e lavada;
  • Tenha sempre duas máscaras limpas com você, para poder trocá-las sempre que for necessário;
  • Ao substituir a máscara, guarde a utilizada em uma embalagem plástica, para não contaminar outros objetos, higienizando-a quando possível;
  • Devem ser descartadas quando apresentarem furos ou desgaste.

Para higienizá-las:

1. Deixe a máscara de molho em uma solução com água sanitária em uma proporção de 10 ml (mais ou menos uma colher de sobremesa) para meio-litro de água, por cerca de 20 minutos.

2. Após a imersão, lavá-la com água corrente e sabão.

3. Depois de seca, passar a máscara com ferro quente e acondicioná-la em saco plástico.

Cuidados com as luvas descartáveis:

As luvas devem ser descartáveis, pois protegem do vírus de forma superficial e por um período muito curto. O material da luva é poroso e se for utilizada por muito tempo, é fácil dos patógenos penetrarem através da superfície e a pessoa ser contaminada pelo vírus.

Descartar as luvas corretamente, também é um meio de prevenir a contaminação. Após retirá-las, descarte-as em sacos plásticos ou recipientes próprios para esse tipo de resíduo.

Segundo Igor Marinho infectologista do HC-SP (Hospital das Clínicas de São Paulo) e coordenador médico do hospital AACD explica que pode ocorrer uma contaminação cruzada com o uso de luvas. “A pessoa leva o germe de um lugar para o outro. Por isso é muito importante seguir todas as medidas de higiene e trocá-las sempre a cada ocasião. Luvas devem ser de uso único e descartadas toda vez.” Afirma o infectologista.

O médico também explica que utilizando as luvas, a pessoa pode proteger as mãos, mas como sempre está em contato com outros agentes contaminantes, pode infectar outras superfícies e pessoas. E o jeito mais eficiente de deixar as mãos limpas é sempre lavá-las com água e sabão ou passar álcool em gel.

Recomenda-se que, se optarem pela utilização das luvas, lave muito bem as mãos com água e sabão, após retirá-las.


Fontes: Viva bem e Dw

Os principais erros cometidos ao usar máscaras e luvas contra o Coronavírus

Deixar o nariz, boca ou queixo descobertos;
• Cobrir apenas as narinas;
• Usar máscaras com vãos nas laterais;
• Encostar no tecido da máscara ao tirá-la ou colocá-la;
• Deixar as máscaras em superfícies, como mesas e escrivaninhas;
• Usar luvas descartáveis por muito tempo;
• Não descartar a máscara ou a luva em sacos plásticos antes de jogar no lixo.

Além da utilização desses itens, é preciso lembrar das medidas de higiene recomendadas, como lavar sempre as mãos com água e sabão, respeitar o isolamento social, manter a imunidade em dia e limpar superfícies e objetos de uso pessoal com frequência.


Tópicos

Compartilhar


Equipe Dasa

A DASA é a maior rede de saúde integrada do Brasil, com uma rede de medicina diagnóstica, hospitais e uma empresa de gestão em cuidados. Nossos artigos são escritos por médicos especialistas e passam por uma revisão e validação robusta para a melhor qualidade de conteúdo para nossos pacientes e profissionais da saúde.

Quer saber mais?

Se inscreva em nossa newsletter de Inovação