Entenda o resultado do teste para COVID-19: IgG e IgM reagente e não reagente

Equipe Dasa,
Publicado em:

O que fazer quando o resultado do seu exame apresenta IgG reagente para COVID-19? No texto a seguir, explicamos como analisar os resultados e entender se você está com Coronavírus.

As informações não anulam a importância da análise de um profissional, mas te auxiliam a entender melhor os diagnósticos.

O que é IgG e IgM?

Antes é necessário entender o que são anticorpos. 

Anticorpos são proteínas que nos protegem  contra organismos invasores, como vírus, bactérias e protozoários.

Existem diversas classes de imunoglobulinas, que diferem entre si em estrutura e função.

IgM e IgA

IgM e IgA são considerados anticorpos de fase aguda, pois eles costumam ser os primeiros a se elevar após o contato com um microorganismo invasor. No caso da COVID-19, tem se percebido que estes anticorpos não estão tão correlacionados com a fase aguda, podendo aparecer tardiamente e durar muitas semanas, ou até não aparecer. Portanto, a presença de um IgM positivo na COVID-19 não é necessariamente indicativo de uma infecção aguda/recente, diferente de outras doenças. Por este motivo, não é recomendada a realização do IgM atualmente.

IgG

IgG são os anticorpos chamados de memória, que são produzidos em uma  fase mais tardia da infecção e geralmente são detectáveis a partir do 21º dia de sintomas. Na COVID-19, eles podem aparecer simultaneamente à IgM, ou até mais precocemente.Ambos atuam juntos na proteção imediata contra infecções.

Como entender os resultados dos anticorpos reagentes à COVID-19?

Essa tabela mostra os possíveis resultados para os exames de COVID-19:

tabela: Como entender os resultados dos anticorpos reagentes à COVID-19?
tabela Como entender os resultados dos anticorpos reagentes à COVID-19?

IgG reagente

Quando o resultado mostra IgG reagente (positivo) e IgM não reagente (negativo), significa que o paciente já teve contato com a doença anteriormente. Como o IgG tem uma duração relativamente maior, é possível detectar através do exame a presença do anticorpo no sangue.

IgG não reagente

Na ausência de sintomas, o resultado indica uma infecção pregressa da COVID-19, em que os anticorpos IgG não foram desenvolvidos. Caso haja sintomas, procure o seu médico.

Minha sorologia foi IgG reagente, o que fazer?

1. Avaliar os sintomas

A sorologia não permite dizer se o contato foi recente ou foi antigo, portanto para isso, avalie se houve sintomas, se é vacinado, se teve um resultado de pesquisa de vírus (RT-PCR ou antígeno) em nasofaringe, se teve exposição a um caso confirmado, e quando.

2. Use máscara

O uso de máscara é extremamente importante porque funciona como uma barreira mecânica para que o indivíduo não espalhe o vírus por meio de gotículas.

As máscaras devem ser utilizadas por todos: pacientes sintomáticos, assintomáticos e quem não teve contato com a doença.

3. Respeite o isolamento social

O isolamento social é a forma mais eficaz de prevenção contra a doença e vale para todos! Se puder, fique em casa e só saia para atividades essenciais. Quanto mais pessoas adotarem o isolamento social, menor será a quantidade de pacientes infectados.

4. Mantenha a higiene das mãos

Siga esses 6 passos simples de como higienizar corretamente as mãos:

ilustração ensinando como lavar a mão.
  1. Passe sabão e molhe com água;
  2. Esfregue a palma de cada mão;
  3. Esfregue entre os dedos;
  4. Esfregue o polegar de cada mão;
  5. Lave o dorso de cada mão;
  6. Lave os punhos.

5. Atente-se à higienização de todos os ambientes

É muito importante higienizar todos os ambientes e objetos da sua casa com desinfetante, água e sabão, água sanitária ou álcool 70%. Lembre-se de manter o ambiente fresco e arejado, com as janelas sempre abertas para melhor circulação do ar.


Compartilhar


Equipe Dasa

A DASA é a maior rede de saúde integrada do Brasil, com uma rede de medicina diagnóstica, hospitais e uma empresa de gestão em cuidados. Nossos artigos são escritos por médicos especialistas e passam por uma revisão e validação robusta para a melhor qualidade de conteúdo para nossos pacientes e profissionais da saúde.

Quer saber mais?

Se inscreva em nossa newsletter de Inovação